No mês de julho, ainda trabalhando o tema “Áreas Protegidas”, o grupo se reuniu com os facilitadores Claudio Lopo, Luiz Fernando Pozza e Raquel Davi na Toca da Tapioca (Serra Grande), onde assistiram trechos do filme “Powder”, cujo conteúdo também explora a empatia do ser humano com os animais e a natureza. Depois, fizeram uma rodada de compartilhamento das impressões e sentimentos das imagens. O sentimento geral foi o da necessidade de proteção à natureza, e de se preservar espaços para os seres das florestas poderem viver em paz e plenamente!

.

tp 2

.

Em seguida, os facilitadores trouxeram os conceitos, definições e propósitos dos diversos tipos de Unidades de Conservação existentes no Brasil, indo das Reservas Particulares, passando pelas Áreas de Proteção Ambiental, até os vários tipos de Parques. Enquanto isso, os participantes iam registrando o aprendizado, de maneira lúdica e criativa.

.

tp 4

.

tp 5

.

Para reforçar o aprendizado, foi proposta uma pequena encenação teatral, onde cada um assumia um personagem que representava um tipo de área protegida e, ao final, todos juntos puderam se “enxergar” como parte integrante de um grande corredor central da Mata Atlântica!

.

tp 7

.

tp 8

.

No mês de agosto, iniciando o tema “Biodiversidade”, o grupo se reuniu cedinho no Centro de Informações do PESC, de onde partiu rumo à Ilhéus. Lá, o dia iniciou com novidade! Os participantes puderam escolher botas apropriadas para as atividades de campo, pois, daqui para frente, cada vez mais, a Mata Atlântica os espera! Aproveitando o cenário em que todos estavam, foi provocada a reflexão sobre a experiência de estar na cidade, num lugar de tantos movimentos e ruídos, e sobre a diversidade da qualidade dos ambientes onde podemos estar.

.

csb 2

.

Em seguida, numa nova parada em Ilhéus, o grupo de formação de educadores ambientais chega ao seu destino: Casa de Sá Barreto, que abriu suas portas para acolher uma oficina sobre “Biodiversidade”, carinhosamente preparada pelas biólogas Camila Cassano e Ana Roberta Gomes.

.

csb 3

.

csb 6

.

csb 5

.

A professora Camila iniciou a oficina explicando o que é a diversidade da vida, e estimulou o grupo, através de dinâmicas, com perguntas como: “Para que ela é importante?”, “Para quem é importante?” e “Como é a biodiversidade brasileira?”

.

csb 8

.

csb 9

.

A professora Ana Roberta promoveu o exercício "Teia da Vida", no qual cada participante representou um ser vivo que pode ser encontrado no nosso PESC-Parque Estadual da Serra do Conduru. Assumindo os papéis desses seres, o grupo foi observando como esta teia se forma, e o que acontece com ela quando ocorre a extinção de uma espécie.

.

csb 10

.

csb 11

.

csb 12

.

Na conclusão, aconteceu uma gostosa roda de conversa sobre o que cada um sentiu, e o que podemos fazer para manter a diversidade da vida. Cada participante fez um registro pessoal sobre os principais aprendizados do dia, que foi concluído com um saboroso almoço!

.

csb 13

.

csb 14

.

csb 17

.

csb 15

.

csb 16

.

O grupo de formação de educadores ambientais deu continuidade ao tema “Biodiversidade” num passeio realizado pelo programa Domingo no PESC no final do mês de agosto, já estreando as botas novas para explorar, ao vivo e a cores, toda a riqueza da “biodiversidade” do nosso PESC! Em breve, traremos notícias e imagens de mais essa etapa. Até lá!

Traduzir página

Topo