nº.01 - 07/2015

No último dia 16 de julho aconteceu na UESC, em Ilhéus, o I Encontro da Rede Povos da Mata Atlântica do Sul da Bahia.

Abriram o evento representantes das seguintes instituições: SETRE, SEBRAE, MAPA, SDR, CPOrg-BA, UESC, Instituto Cabruca, Instituto Arapyaú, Instituto Mercenas da Vida e Prefeituras da região Sul da Bahia.

A primeira palestra tratou do tema: Politica Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica – PLANAPO/MAPA, com a participação do Coordenador da Agroecologia – Rogério Dias e do CPORG Salvador – Vanuza.

No período da tarde, para a estruturação da OPAC Povos da Mata Atlântica, houve a aprovação da logomarca e a formação da Diretoria. Seguido de Mesa Redonda com os temas: Circuito de Comercialização – Gustavo – Rede Ecovida; Valorização da Mulher – Fátima – Reserva Indígena; Juventude - Luciano/CETA, seguida de debate com perguntas escrita e oral.

Show Cultural e lanche encerraram o dia!

A OPAC é a Organização Participativa de Avaliação da Conformidade, criada e administrada por agricultores membros associados à Rede Povos da Mata Atlântica Sul da Bahia. A OPAC tem a função de regular a certificação dos produtores orgânicos, autorizando ou negando o certificado; coordenar os procedimentos de avaliação da conformidade; regular o funcionamento do sistema no cumprimento das normas de produção e comercialização dos produtos agrícolas e agro industrializados e funcionar como uma agência certificadora sob o controle social.

É composta por núcleos, e a Rede Povos da Mata Atlântica atualmente é composta por quatro núcleos, totalizando vinte e duas comunidades e aproximadamente, cento e sessenta famílias de agricultores:

  • Ibirapitanga e Região
  • Serra Grande e Região
  • Ilhéus / Itabuna e Região
  • Arataca e Região

A OPAC está aberta a novas adesões. Futuras solicitações de adesão serão analisadas pela diretoria e para participar, o agricultor tem que se comprometer com a produção de agricultura orgânica em conformidade com a legislação vigente e as normas da Rede Povos da Mata Atlântica Sul da Bahia.

A Rede Povos da Mata Atlântica, em parceria com o SEBRAE, Instituto Cabruca, Instituto Arapyau é Instituto Mecenas da Vida, também desenvolve ações nas áreas de capacitação rural e comercialização de produtos orgânicos e atividades sócio educacionais.

Na área de capacitação, estão programados cursos, oficinas, dias de campo, palestras e viagens técnicas.

Na área de comercialização, já são realizadas as feiras agroecológicas da UESC, Ilhéus e Itacaré. Serão realizadas no futuro, rodadas de negócio com supermercados, restaurantes, hotéis entre outros empreendimentos. Também estão programadas vendas por internet, vendas para outras redes, implantação da feira de Itabuna e participação em eventos para divulgação e consolidação dos ideais das redes dos produtos de base agroecológica e orgânica.

Na área sócia educacional, serão promovidos encontros anuais, além de atividades de troca de saberes e sementes, eventos culturais, e ações afirmativas para jovens e mulheres.

O que é a Rede Povos da Mata Atlântica?

A Rede Povos da Mata Atlântica é uma articulação dos agricultores assentados da reforma agrária, produtores da agricultura familiar, de comunidades indígenas e quilombolas, assim como de agricultores em perspectiva geral. Seu objetivo é organizar esses indivíduos a partir da criação da primeira OPAC do estado da Bahia, tendo em vista a certificação orgânica participativa dos produtos oriundos da produção agrícola e agroindustrial.

Comentários   

0 #1 Gilberto Oliveira 14-09-2016 14:23
Olá amigos da Rede:
Escrevo para anunciar que produzo adubo orgânico e gostaria de participar de reuniões com produtores de hortaliças e cacau, abacaxi, soja, café, graviola, palmito, caqui, maracujá, etc .Forneço sacos de 40 kg de adubo orgânico ADUCAL. Tel.73 - 3086.5596 - 99117.0896 - 98845.6842 - 3935752001, com Gilberto
Citar

Versão PDF

Expediente:
Informativo mensal do Parque Estadual da Serra do Conduru - Projeto Amigos do PESC: fortalecimento da Gestão. 50 exemplares, afixados nas Comunidades do entorno do Parque. Repórteres: Ednaldo de Souza; Iuri Ribeiro; Rosalvo dos Santos; Thalles Santana. Serra Grande, Uruçuca/BA. Publicação: Makak. Apoio: INEMA; Mecenas da Vida - Patrocínio: Instituto Arapyaú. Contato: pescanoticia@parquedoconduru.org

Traduzir página

Topo